Investigadores descobriram como deter o vício do tabaco e nicotina


Você é um daqueles que sai de casa de manhã com um maço de cigarros junto com suas chaves e que até pode perder as chaves de casa, mas não perde o maço de cigarros? Sendo um viciado em tabaco, você deve saber que investigadores em todo mundo tem estudado o poderoso controle da nicotina sobre o cérebro, processo levado a cabo pelos cigarros, em busca da solução para este e outros vícios.

Pesquisa contra o vício do tabaco

O estudo foi liderado por pesquisadores da Universidade Rockefeller de Nova York e do Instituto Nacional de Ciências Biológicas na China, que identificaram mudanças químicas específicas nas profundezas do cérebro que ajudam a aumentar o vício em nicotina.

A nicotina faz com que os neurônios libertem uma variedade de neurotransmissores, incluindo dopamina, que desencadeiam sensações de prazer e bem-estar.

O que promove o vício da nicotina?

Ao trabalhar com camundongos, os pesquisadores descobriram que o consumo crônico de nicotina altera as funções de uma população de neurônios dentro do núcleo interpeduncular (IPN). Essas células cerebrais alteradas, que os pesquisadores chamaram de amigo 1, parecem promover o vício em nicotina, interrompendo a comunicação entre a habénula e o núcleo interpeduncular (IPN).

Normalmente, estas estruturas cerebrais possuem um sistema para reduzir o vício. O habénula responde enviando um sinal de aversão ao IPN, que diminui a recompensa da droga, um efeito que finalmente limita a necessidade de consumir nicotina.

Quando os pesquisadores silenciaram esses neurônios usando uma técnica de engenharia genética, a "preferência de nicotina" dos camundongos foi eliminada, sugerindo fortemente que esses neurônios possuem um papel no comportamento viciante da nicotina e tabaco.

Como resultado, verificou-se que a conexão da habénula e do IPN desempenha um papel importante no vício do tabaco e nicotina em seres humanos.

Como cuidar dos nossos pulmões para o uso do tabaco?

Por outro lado, um dos problemas mais sérios do vício do tabaco é o dano nos pulmões, e um estudo realizado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública John Hopkins revelou que alimentos como maçãs e tomates podem ajudar a reverter o dano pulmonar tanto em fumadores como em não fumadores.

Quando os investigadores analisaram os dados em estudo, eles descobriram que os individuos que comiam em média mais de dois tomates ou mais de três porções de frutas frescas por dia, especialmente maçãs, apresentaram uma menor redução da função pulmonar em comparação com aqueles que comeram menos desses alimentos.

Um declínio natural na função pulmonar também foi encontrado ao longo de um período de 10 anos, tendo sido mais lento entre os ex-fumadores com uma dieta rica em tomates e maçãs, sugerindo que certos componentes desses alimentos podem ajudar a restaurar os danos nos pulmões causados ​​pelo tabagismo.

Método FUMAVA - Deixe de fumar em 30 Minutos!

O MÉTODO FUMAVA é o método bioenergético para deixar de fumar. Foi desenvolvido de forma pioneira pelo Dr.Liberto Matos para quem quer deixar de fumar de forma fácil, rápida e sem ansiedade. O MÉTODO FUMAVA consiste numa consulta onde o Dr. Liberto Matos irá realizar o diagnóstico bioenergético da sua dependência do tabaco e fornecer-lhe técnicas para vencer psicologicamente o vício da nicotina. Em seguida na sessão de tratamento única que se realiza imediatamente a seguir à consulta irá receber estímulos corporais, auriculares e faciais específicos que vão desprogramar para sempre o seu cérebro do vício do tabaco.

www.fumava.com

#deixardefumarsetubal #acupunturaparardefumar #viciotabaco #nicotina #deixardefumarlisboa #deixardefumarbeja #metodofumava #DrLibertoMatos #parardefumar

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo